Buscar
  • Gleisson Alisson Pereira de Brito

Lavagem Cerebral - Biologia, Cultura e Sexualidade.

O norueguês Harald Eia (sociólogo e comediante) produziu um documentário sobre estereótipos de gênero denominado Hjernevask, palavra norueguesa que significa "lavagem cerebral". Dentre muitas informações interessantes, o documentário, que conta com sete episódios, revela um descompasso entre hipóteses sociológicas e os dados oriundos de ciências que lidam com abordagem biológica a respeito do comportamento sexual humano.


Será muito difícil o conhecimento humano progredir nesta área enquanto a abordagem biocultural, ou seja, a interação entre nossa biologia e nosso ambiente imediato, for relegada a um segundo plano. Enquanto o estudo da interação entre genes e cultura for entendido como determinismo biológico, e enquanto o determinismo cultural gozar do status de única abordagem "politicamente correta" para o estudo do comportamento humano. O nosso sucesso em evitar a "lavagem cerebral" perpetrada por algumas ideologias depende de muitos fatores, contudo, um quesito certamente determinante é nossa disposição em aceitar e permitir a liberdade investigativa das diversas áreas da ciência.


Em seu livro Biologia Evolutiva, Douglas Futuyama ressalta a importância da perspectiva interdisciplinar no estudo do Ser Humano: "Realmente, a biologia evolutiva tem muito a dizer sobre a condição humana, assim como a antropologia e a sociologia, a psicologia e a história, a filosofia e as artes. As pessoas são demasiadamente complexas para serem entendidas através da perspectiva estreita da biologia ou de qualquer via única do conhecimento."


Segue abaixo o documentário Lavagem Cerebral, que aborda o tema:


#economia

156 visualizações0 comentário